O Programa Eco Taba entrevista Ofélia Ferraz e Jacqueline Guerreiro

Dia 20 de abril de 2022 às 18h, Laura Lacerda e Helena Reis, entrevistam OFÉLIA FERRAZ e JACQUELINE GUERREIRO, especialistas em EA Educação Ambiental. Ambas surpreendem pela clara visão de que políticas públicas em defesa do MEIO AMBIENTE só serão bem sucedidas pari e passo ao desenvolvimento da consciência ecológica da maioria da população a partir da Escola em todos os níveis educacionais e, através do diálogo e interação dos saberes antigos com a moderna tecnociência. A formação pluri disciplinar de ambas favorece a percepção da problemática interativa do meio ambiente que não pode ficar refém de uma ideia estreita que não contenha as múltiplas variáveis de um sistema que interage todo o tempo com uma gama de outros sistemas que dão origem a causas e efeitos simultâneos. Enfim, solo, ar, água, vento, chuva, sol, geada, relevo, altitude, latitude, biomas, vegetação, rios, lagoas, mares, animais, insetos, intervenção humana, ocupação, exploração da crosta, construções, edificações tudo isso e mais outras tantas não mencionadas, vai ao longo das estações do ano, modificando a crosta terrestre, seu clima, seus habitats, seus recursos em todas as regiões onde vivemos e não teremos condições, pelo menos no nosso século, de trocar por outro lugar no Universo. Então, isso posto, vemos que a Educação Ambiental deveria ser mais do que uma disciplina e adquirir o status de “disciplina da sobrevivência”. Entretanto, inclusiva ou não nas Escolas, mantendo ainda o caráter complementar e supridor de falhas pontuais, acaba sendo tratada como coisa secundária à reboque de outras matérias. Fazendo uma analogia seria como considerar a medicina um mero apêndice da química ou biologia, uma vez que são elas que pesquisam as doenças e os remédios de cura.

Assim, examinando seus currículos vemos que suas ações sem exagero, adquirem quase o status de sacerdócio pela constância e desdobramento em diferentes territórios.

Ofélia Pereira Ferraz é professora com mestrado em História, formada pela Universidade Salgado de Oliveira; bacharel em Ciências Sociais pela UERJ e licenciatura plena pela FEUC Fundação Unificada Campo Grandense.

Professora de Geografia pela SME/RJ (2000 e 2012) e monitora no SEDERJ/UNIRIO – Polo de Santa Maria Madalena/RJ em 2009 (História e Geografia Humana); Coautora em publicações de material didático. Em 2011 atuou na coordenação da Olimpíada do Conhecimento da National Geographic-Brasil; Diretora e coordenadora da Associação Profissional dos Sociólogos do Estado do Rio de Janeiro; participação Forum em Educação Ambiental e Cultura pela Associação Profissional dos Sociólogos do Estado do Rio de Janeiro; coordenadora atual do CT Educação Ambiental e Cultura da CLEMAARJ.

Jacqueline Guerreiro Aguiar é professora de história graduada na UFRJ e especializada em Meio Ambiente pelo ISER; Integra a equipe de formadores em Escolas Sustentáveis da Universidade de Ouro Preto; Especialista em Educação continuada e à distância pela Cátedra UNESCO de Educação na Universidade de Brasília; Consultora de Meio Ambiente e Educação Ambiental em várias redes de Educação Ambiental bem como Coordenadora, Consultora pedagógica e Conselheira em outras tantas, além de integrar várias Comissões e Conferências. Em resumo é um nome presente em todos os eventos importantes do país ligados à Educação Ambiental principalmente no Estado do Rio e adjacências. É também signatária do Tratado Internacional de Educação Ambiental na ECO92 e Inter-Coordenadora na Cúpula dos Povos em 2012.

 

Venha participar desse rico debate preparatório da CLEMAARJ (Conferência LIVRE ESTADUAL DO MEIO AMBIENTE E AGRICULTURA DO RIO DE JANEIRO)!

Assistia a entrevista ao vivo pelo Youtube, clicando na imagem abaixo:

Não esqueçam de se Inscrever, deixar o Like, ativar o Sininho e Compartilhar nosso canal.